sábado, 11 de junho de 2016

Como Recuperar Pinturas de Fachadas

A pinturas fachada de uma habitação tem geralmente uma grande variedade de elementos e materiais diferentes; portas, janelas, juntas, diferentes revestimentos, etc.

Cada um destes materiais tem comportamento diferente na presença de água; alguns são permeáveis (absorvem água), outros totalmente impermeáveis e outros são apenas permeáveis ao vapor, mas não à água.
O efeito da água nas fachadas manifesta-se principalmente através de manchas e escorrências, mas a degradação do interior da habitação é a principal consequência.
Além do desgaste natural dos materiais, as anomalias que surgem nas paredes devem-se geralmente aos seguintes factores:
  • Movimentos da estrutura;
  • Falta de manutenção;
  • Deficiências da construção;
  • Características do revestimento existente;

PINTURA DE FACHADAS

A pintura da fachada de uma casa deve estar sempre em bom estado de conservação para assim poder proteger de uma forma eficaz a habitação. Um revestimento danificado deixa de desempenhar a função de barreira aos agentes ambientais, podendo comprometer a qualidade do interior da habitação.
Dicas e Sugestões
  • É muito importante que as pintura de fachadas de uma habitação se mantenham em bom estado de conservação.
  • As fachadas devem ser reabilitadas sempre que comecem a apresentar algum tipo de degradação.
  • Uma mais rápida ou mais lenta degradação depende de vários factores, como a zona onde se encontra a casa e dos matérias que foram utilizados.
  • Zonas muito agrestes provocam um deterioração muito mais rápida dos materiais. É portante muito importante que os materiais sejam de grande qualidade.
  • A qualidade da tinta aplicada tem uma relação directa com o tempo que demora as superfícies a atingirem o estado de degradação.
  • A pintura de uma fachada deve ser realizada com bom tempo, se existir perspectivas de chuva não dê início à obra. Aconselhamos assim que este trabalho apenas seja realizado, dependendo um pouco da zona do país (sul/norte), em regra geral entre os meses de Maio e Setembro.
  • Não se aconselha a aplicar a tinta sobre suportes muito quentes por exposição ao sol, uma vez que devido à tinta secar muito rapidamente corre-se o risco de se formarem fissuras.
  • Também não se aconselha a aplicar a tinta quando a temperatura ambiente seja inferior a 5ºC, e quando a humidade relativa seja superior a 80%.
  • Utilize sempre tintas de grande qualidade, especialmente em exteriores. Esta é uma regra de ouro.
  • Tintas baratas, expostas a condições exteriores, sol, chuva, etc., estragar-se-ão muito rapidamente e colocar as paredes da habitação desprotegidas.
Tinta para Fachada Conforme Situação
Estado da Fachada
Tipo de Tinta
Características
Em bom estado sem grandes deteriorações
Tinta Acrílica Dura entre 1 e 10 anos de acordo com a qualidade da tinta.
Afectada ou exposta a condições meteorológicas difíceis
100% Acrílica Pode durar até 15 anos. Alta durabilidade.
Paredes com fissuras
Elástica – Flexível
Dura até 10 anos. Cobre fissuras até 0.3mm
Paredes com humidades retidas
Polissiloxano
Repintura de edifícios antigos em pedra rebocada onde possa existir humidade no interior.
Antes de se efectuar um trabalho de pintura, deve-se proceder a uma avaliação (saber mais) o mais correta possível dos problemas que possam existir nas paredes da habitação. Só na posse de um diagnóstico bem feito é que se pode decidir pelo melhor esquema de pintura a utilizar.
pintar fachadas
Para as questões relacionadas com a permeabilidade ou a manutenção do aspecto do revestimento, bastará a sua protecção ou a intervenção pontual nas zonas afectadas.
Quando o problema são fissuras na fachada, que se manifestam no revestimento mas geralmente provêm da base em reboco, deve ser avaliada a necessidade de remover o revestimento existente, tratar o problema na origem e revestir de novo.
Qualquer que seja a situação aconselha-se sempre uma abordagem integral, avaliando a fachada como um todo.

Como Recuperar Uma Fachada;

1 Retire todas as aderências incomodas que possam existir nas paredes, como por exemplo cartazes, pregos, parafusos, etc.;
2 Lavar toda a superfície com máquina de alta pressão (40 bars);
3 Proceder a todas as reparações necessárias, substitua o cimento deteriorado, vede as fendas e tape os buracos;
4 Aplique uma solução anti-fungos, caso necessário;
5 Aplique uma demão de primário, fixador, selante ou outro conforme a situação, próprio para paredes exteriores;
5 Finalmente proceder à pintura, utilizando a tinta mais indicada conforme o estado das paredes. Esta tinta deve ser sempre de grande qualidade, e deve-se seguir as instruções dadas pelo fabricante, como por exemplo; diluição, tempos de secagem, etc.
fachada ceramica

Recuperar Fachada Revestida a Material Cerâmico


As fachadas revestidas a material cerâmico com fissuras e juntas degradadas originam infiltrações de água e humidade, por essa razão é necessário tratar deste problema o mais rápido possível. Vejamos como fazer;
1 Retire todas as aderências incomodas que possam existir nas paredes, como por exemplo cartazes, pregos, parafusos, etc;
2 Lave toda a superfície com máquina de alta pressão (jacto de água), com ácido clorídrico diluído em água;
3 Proceda a todas as reparações das fissuras e juntas com uma massa de reparações para exterior misturada com 10% de cimento;
4 Lixe todas as áreas reparadas para regularizar a superfície;
5 Aplique uma demão de primário aquoso, isolante de manchas diversas e promotor de aderência para exteriores (tipo Stop Manchas);
6 Finalmente proceda à pintura, utilizando uma membrana foto-reticulável acrílica flexível para protecção de fachadas. Esta tinta deve ser de grande qualidade e siga sempre as instruções dadas pelo fabricante, normalmente na primeira demão deve ser diluída e nas seguintes sem diluição;
Pode assistir ao vídeo abaixo, para saber um pouco mais sobre como proceder. Neste caso os materiais utilizados são da Sotinco mas poderá utilizar produtos semelhantes de outra marca.



Dica

Num trabalho de pintura utilize, dentro do possível, produtos da mesma marca, e que sejam compatíveis entre si.

Leia Também

  • Pintar Exteriores
  • AVALIAÇÃO AO ESTADO DE PAREDES EXTERIORES
  • PINTAR PAREDES EXTERIORES
Espero que tenha gostado deste artigo, e não se esqueça de compartilhá-lo nas suas redes sociais. Se quiser deixar um comentário, pode fazê-lo diretamente na zona de comentários abaixo ou na nossa página do Facebook.