segunda-feira, 8 de junho de 2015

Tecto falso 60X60


Sabia como montar um tecto falso 60x60 


Dicas de tecto falso e de onde veio 

  • Placas de gesso 60x60

     
  • Forro de Placa 60x60: O tecto faloso ou rebaixamento de gesso de placa 60 x 60 é colocado placa a placa, sendo que cada placa tem 2 lados com encaixe macho e 2 lados com encaixe fêmea, assim as placas são encaixadas 

  • Uma na outra, e depois travadas com gesso e sizal, para unir todo o forro. Vantagens: * O valor por m² é mais barato que qualquer outro tipo de rebaixamento em gesso. * O forro de gesso 60 x 60 não precisa necessariamente de acabamento em locais comerciais, apenas se o cliente optar por deixar o forro totalmente liso. * O serviço de pintura não precisa esperar muito, 120 horas após o término do forro, o serviço de pintura pode começar.
  •  Drywall: Expressão originada da língua inglesa que significa “muro seco” ou “parede seca”, é uma técnica de revestimento que substitui paredes e forros construídos em alvenaria. 
  • Bastante popular em países da Europa, nos Estados Unidos, no Japão, entre outros, a tecnologia do material consiste em placas pré-moldadas, confeccionada por chapas compostas de camadas de enredados de aço galvanizado e de gesso. 
  • No Brasil, apesar da popularidade do sistema em outros países que utilizam pladur desde a década de 1970, a técnica começou a ser mais conhecida, difundida e aplicada somente em meados da década de 1990,


  •  Primeiro momento apenas mediante importação do produto e, posteriormente, com a instalação de fábricas multinacionais no país. O resultado deste método é uma estrutura resistente, porém leve, lisa, de fácil manuseio e instalação. Para efeitos de comparação, uma parede construída com alvenaria convencional pesa, em média, 150 kg aproximadamente. Já utilizando o drywall, a mesma parede pesaria cerca de 30 kg. Mas os painéis de drywall não são apenas placas, como as divisórias comuns; a estrutura proporciona a instalação entre vigas e permite a passagem, em seu interior, dos sistemas hidráulicos e elétricos, como são feitos em paredes e tetos de alvenaria convencionais. - Chapa Drywall "ST" Standard p/ áreas internas secas - Chapa Drywall "RU" Resistente á umidade p/ áreas internas molháveis - Chapa Drywall "RF" Resistente ao fogo - p/ áreas que necessitam maior resistência ao fogo. 

  • O charme e a praticidade de um teto rebaixado




É possível fazer dezenas de efeitos visuais e conseguir várias utilidades com um teto rebaixado. Por meio dessa técnica da construção civil, residências e estabelecimentos comerciais ganham maior conforto térmico e ficam ainda mais elegantes.
Além de embelezar as residências, o teto rebaixado cria determinados cenários graças à iluminação embutida. Para não pecar — nem para menos, nem para mais —, é preciso fazer um projeto luminotécnico, assim, é possível distribuir a iluminação dos ambientes no forro do gesso e planejar os detalhes.

“Podemos, então, ampliar ou reduzir a sensação de tamanho de um cômodo, gerar a sensação de conforto ou até mesmo direcionar circulações”, ressalta Daniele. A iluminação indireta é bastante comum em salas e quartos, pois consegue transmitir, com os efeitos da luz, momentos de relaxamento.



Dica Importante ao rebaixar um tecto
    - O primeiro passo é verificar a altura do piso até o teto nos ambientes onde será aplicado o rebaixamento, pois para colocação do forro será necessário um espaço que pode variar entre 15 a 20 centímetros; sendo indicado altura do forro final de 2,60m; - Trabalhar com rebaixamento de teto de 15 cm no mínimo, para que se possa utilizar iluminação embutida

    Usar desenhos no forro para delimitar os ambientes, assim é possível separar, por exemplo, o espaço da sala de jantar e de estar de uma forma sutil; - Não fixar lustres pesados diretamente no forro; - Contratar um bom profissional de pintura, porém pintar apenas quando o gesso estiver completamente seco, sem esquecer fundo especial para gesso;